Mulheres mais sobrecarregadas na pandemia
14/08/2020

As mulheres estão sendo mais sobrecarregadas do que os homens durante a pandemia causa pela Covid-19 quando se refere a finanças, vida pessoal e cuidados com a casa e família. É o que aponta a pesquisa do Datafolha.

O levantamento mostra que 57% das mulheres que passaram a trabalhar na modalidade home office afirmam ter acumulado a maior parte dos cuidados com a casa. Entre os homens, o percentual cai para 21%. 

Outra pesquisa realizada pela Gênero e Número junto com a SOF (Sempreviva Organização Feminista) apontou que a maioria absoluta das entrevistadas teve aumento de demanda para preparar e servir alimentos. O percentual chega a 80,5%. Lavar louça e limpar a casa atinge 81% das mulheres.

Para 64% das mulheres a responsabilidade com o trabalho doméstico dificulta a realização do trabalho remunerado e 40% ressaltou que a pandemia e o isolamento social colocaram o sustento da casa em risco.

O Datafolha ainda indica que as mulheres estão mais preocupadas com a vida profissional. O percentual chega a 59%. Entre os homens alcança 49%.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia



Voltar

2020 © Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Santa Rosa e Região
ASPxHyperLink
Telefone: (55) 3512 6575 - E-mail: sindicato@seeb.com.br